CONGRESSO KAIRÓS 30 ANOS
Onde Cristo não foi anunciado.

O Congresso Kairós 30 Anos já iniciou!

Projeto Terra dos Livres

Fique por dentro e participe dos eventos da Kairós!

Projeto Terra dos Livres

Local: Bangkok, capital da Tailândia

PERFIL GERAL DO PROJETO: 1) Atuação entre Surdos Tai na área de plantação de Igrejas (evangelismo e discipulado), bem como na tradução da Bíblia para Língua de Sinais Tailandesa (produção em vídeo) e 2) Evangelismo e desenvolvimento comunitário com pessoas em vulnerabilidade social que passam por riscos de exposição ao tráfico humano e à indústria da prostituição. Nossa formação foi construída nas áreas de Jornalismo, Teologia, Linguística Aplicada, Marketing e Gastronomia como ferramentas para o exercício ministerial.

 

JUSTIFICATIVA:

A Tailândia está no Sudeste da Ásia e tem cerca de 70 milhões de habitantes. Estima-se que há uma média de 1,2% de cristãos professos, sendo que, desses, apenas uns 0,7% são declaradamente "cristãos evangélicos". Com uma esmagadora maioria budista (mais de 90%), percebe-se uma extrema urgência de se anunciar o Evangelho, comunicando a Esperança em que nele há. O Islamismo é uma expressão religiosa em franco crescimento. Estima-se que já somam 7%, majoritariamente presentes no sul do país e na capital.

O principal desafio ao trabalho missionário é o confronto de cosmovisões em uma população centenariamente budista e animista, que mescla diferentes padrões de crença religiosa num tipo de budismo peculiar. O apego às tradições, à identidade Thai que é profundamente identificada com as práticas religiosas dos ancestrais, as heranças do abuso e as demandas sociais com uma exclusão cruel. Karma, reencarnação, relativismo moral, resistência ao Evangelho e pobreza são alguns dos desafios que enfrentamos.

SURDOS - Em meio a essa realidade, chama-se a atenção ao contexto específico e não menos problemático das Pessoas Com Deficiência - PCDs, como o caso dos Surdos Tai, por exemplo. Em nações onde a fé cristã é minoria, como na Tailândia e em tantas outras afins, os Surdos, por serem uma população linguisticamente específica e minoritária, terminam sendo duplamente não-alcançados. Além de não serem cristãos, ainda existe a barreira de que não são todos os obreiros locais que têm conseguido lhes comunicar o Evangelho de modo racional e inteligível, tanto linguística quanto culturalmente falando. Logo, nesse grupo, desdobra-se todo um universo de atividades ministeriais. Os desafios, no mundo todo são um evangelismo biblicamente consistente, a disponibilização da Bíblia em Língua de Sinais (em Vídeo) para a comunidade, o discipulado e a formação vocacional de líderes surdos para servirem seu próprio povo. Não é qualquer possibilidade de executar esse trabalho sem um modelo de ministério de longo prazo.

Ministério Parceiro: Igreja em processo de implantação em Pink Lao, nos arredores de Bangkok. O trabalho foi iniciado por 3 missionários e hoje se encontra sem pastor. Mas, o grupo já se prepara para adquirir um local próprio para reuniões. São cerca de 25 pessoas, sendo que destas, 19 são surdas.

Desafios: 

A) Capacidade para lidar com um público que está semi-alfabetizado na própria língua de sinais. Graça do Senhor para seguir aprendendo Língua de Sinais Tailandesa e Tailandês oral ao mesmo tempo. 

B) Recursos para retornar à escola de língua tailandesa. É extremamente importante ter essa formação mais estruturada no aprendizado da língua, já visando o ministério da Palavra.

C) Recursos adicionais para apoiar, com uma visita mensal um trabalho de tradução da Bíblia para Surdos na capital de “um país vizinho”, com restrição de liberdade aos cristãos. O grupo está sozinho, enfrenta graves problemas e precisa de apoio linguístico e pastoral urgentemente, para evitar o risco de ser interrompido. 

 

MULHERES EM RISCO – Segundo a Ong “A21”, cerca de 14 milhões de homens desembarcam na Tailândia todos os anos em busca do mercado sexual. Essa situação se configura por várias razões, dentre elas aspectos culturais, religiosos (uma cultura de Karma fatalista) e econômicos. Além de não haver influência alguma de padrões e valores biblicamente orientados nesse imenso país budista, acesso restrito à educação torna a população mais pobre sem acesso a empregos de qualidade. Isso tem lançado milhares de jovens aos bares e boates, alguns ainda na adolescência, bem como a problemas de desnutrição, abandono e desestruturação familiar. O que se tem a partir daí é um ciclo vicioso. Mães solteiras, crianças com pouquíssima assistência parental, escolas acessíveis financeiramente apenas nos mosteiros budistas, sem qualidade e com forte proselitismo religioso. E isso aponta para a possível ida destas crianças para o mesmo submundo de exclusão de seus pais. Além do processo de Evangelização e Discipulado, do acompanhamento emocional e espiritual, aprender Inglês e receber uma formação educacional profissionalizante, teórico e prático, é fundamental para quebrar o ciclo de desesperança e miséria, em vários níveis.

Ministério Parceiro: Connect Center (Parceria entre a Fundação Thai de Restauração e Desenvolvimento Comunitário – FTRDC e a Organização Americana Servant Works – www.servantworks.com)

Desafios: 

1) Recursos para seguir aprendendo Tailandês, numa escola local para ensino de estrangeiros.  

2) Capacidade de discernir os caminhos do coração de mulheres que carregam muitas dores e abusos na sua história.

3) Recursos para mobiliar a cozinha, no formato restaurante-escola, onde poderemos também atender a comunidade do bairro e mulheres em risco.

 

QUEM SOMOS

SAULO E DANIELA são casados desde 2006. Vivem em uma união se sentimentos marcados pelo compromisso com o Reino de Deus, que se move em direção especial, àqueles que ainda não tiveram e não têm tido a oportunidade de ouvir o Evangelho, pelo menos uma vez. "Como Igreja do Senhor, entendemos claramente que devemos cumprir a Grande Comissão e levar o Evangelho a todos os povos, línguas e etnias, tanto aos povos de perto quanto aos de longe. Unidos nesse propósito, acreditamos que muitos crerão n'Aquele que nos amou primeiro, nos chamou e nos envia."

Saulo é bacharel em Jornalismo, doutor em Estudos da Tradução pela UFSC. Capacitado em Linguística Aplicada à Educação Bilíngue Intercultural a partir da Missão ALEM/Wycliffe Brasil, com foco em Tradução da Bíblia e em métodos de Alfabetização Intercultural. Profissional Tradutor e Intérprete de Língua de Sinais há 12 anos. Membro da equipe de consulta sobre povos minoritários (Surdos) da Associação de Missões Transculturais do Brasil (AMTB). Com sua família, é membro da Igreja Presbiteriana do Brasil (IPB Maranatha), em Goiânia-GO.

Daniela é graduada em Gastronomia com foco em Cozinha Indo-Tailandesa. Há mais de 20 anos, tem desenvolvido ministério nas áreas de Comunicação Institucional e Gestão Estratégica de Mobilização Missionária de igrejas locais. Cursou Geografia na UFG e tem atuado ainda com o ensino de Missões, Marketing e Gestão de Projetos Missionários Transculturais. Fez parte do Conselho Nacional de Líderes do movimento "Perspectivas Brasil" por 6 anos. Hoje, tem sido colaboradora e consultora estratégica de agências missionárias no Brasil.

Temos duas filhas, Helena e Laura, de 2 e 10 anos, respectivamente, que estão já adaptadas ao país e estão estudando em escolas locais. 

 

E-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

INSTAGRAM

REDES SOCIAIS

Inscreva-se e fique por dentro de novidades em nossas redes sociais

RECEBA NOSSO INFORMATIVO

Inscreva-se e acompanhe as notícias do campo, pedidos de oração e nossos eventos.

Fique por dentro